Com apoio da Fapeam, projeto leva conhecimento sobre plantas medicinais para alunos da rede pública em Manaus


Um projeto desenvolvido com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa Ciência na Escola (PCE), levou conhecimento sobre uso e finalidade de plantas medicinais da região para estudantes com necessidades especiais da Escola Estadual (E.E) Prof. Diofanto Vieira Monteiro, localizada no Centro de Manaus.

O objetivo geral do projeto, realizado entre julho e novembro de 2021, foi apresentar para os alunos algumas plantas medicinais e identificar seu valor científico, formas de cultivo e finalidade para as comunidades, além de estimular o contato dos discentes com mudas, terra e ferramentas para o plantio.

Projeto apoiado pela Fapeam com plantas medicinais-Acervo da professora Aline Fabíola (2)De acordo com a professora Aline Fabíola, coordenadora do projeto, na área escolar, além do cultivo de hortaliças e plantas alimentícias não-convencionais (PANCs), a existência de algumas plantas medicinais tradicionalmente presentes na cultura amazonense, como o Crajirú, Babosa, Hortelã e  Mangarataia, estimularam a docente a desenvolver o trabalho que contou com a participação de estudantes de doze turmas do período matutino.

“Esse projeto dentro da nossa realidade foi maravilhoso. Minhas turmas todas tiveram contato com os quatro tipos de plantas, como acontece a germinação, os cuidados, trabalhamos todos esses conteúdos dentro da sala de aula e foi muito bom porque todos participaram”, salientou a professora.

Projeto apoiado pela Fapeam com plantas medicinais-Acervo da professora Aline Fabíola (1)Durante as pesquisas, foram promovidas ações práticas de manuseio da terra, cultivo das plantas e pesquisa de seu valor científico, tudo feito de maneira simples e adaptada para um melhor entendimento dos alunos com necessidades especiais.

“Se eu falar algo agora, amanhã eles não sabem o que é, então tem que ser um trabalho continuado e repetitivo e não pode ter um acúmulo muito grande de conhecimento, tem que ser coisas básicas e simples para eles reterem melhor”, explica Aline.

Ao longo do processo, os alunos envolvidos no projeto também puderam apresentar para toda a comunidade acadêmica os resultados obtidos. Para a professora, o incentivo da Fapeam é fundamental para dar vida a este e outros projetos que possibilitem levar o conhecimento científico para os estudantes da rede pública de ensino.

“O apoio da Fapeam é fundamental porque traz pra gente a oportunidade de trabalhar com os alunos, de desenvolver um conhecimento maior e melhor com eles. É uma realidade que muitos deles não conheciam”, destacou a docente, que revelou pretender dar continuidade ao projeto também este ano. “Não é um projeto que dura somente o período dos 6 meses, é algo que fica pra sempre”, concluiu.

Sobre o PCE 

O Programa Ciência na Escola (PCE) é uma ação pioneira criada pela Fapeam, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) e Secretaria Municipal de Educação (Semed Manaus). O programa é direcionado à participação de professores e estudantes de escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus em projetos de pesquisa científica e de inovação tecnológica.

Por: Juan Gabriel/Decon Fapeam

Fotos: Acervo da Professora Aline Fabíola

Deixe um novo comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  • 2021-02-23

  • simulação-site---proposta-2-2

  • banner-linhas-de-ação-portal

  • BANNER-AGÊNCIA-AMAZONAS

  • selo-1

  • falabr-logo-azul-1