Oficina aborda práticas e soluções tecnológicas para aplicar na área de saúde


Acadêmicos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Psicologia, Odontologia e Nutrição de diversas universidades de Manaus participaram de oficina de capacitação sobre novos conceitos e práticas voltada para tecnologias que possam ser aplicadas na área de saúde. A atividade  foi realizada pela Fundação Hospital Adriano Jorge FHAJ/Lab, no período de 26/11 a 6 de dezembro, e ocorreu na Manaós Tech, no bairro Adrianópolis.

O FHAJ Lab é realizado, em parceria com a escola de educação tecnológica Manaós Tech, sob a coordenação do pesquisador, Juliano Monteiro de Oliveira, que integra a Diretoria de Ensino e Pesquisa da FHAJ. O projeto conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa de Apoio à Popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação  (POP CT&I), edital N°009/2019.

MANAÓSTECH- FOTOS ÉRICO XAVIER_-30

coordenador do projeto Juliano Monteiro

Juliano Monteiro explica que o FHAJ Lab, além da parte de tecnologia e inovação, também é voltado para o empreendedorismo, no qual o profissional  ou  estudante da área da  saúde têm a oportunidade de trazer o conhecimento e a experiência  para  propor soluções tecnológicas. “Estamos capacitando profissionais de uma área totalmente diferente que é da saúde para desenvolver tecnologias. Alguns alunos que estão participando dessa oportunidade, possivelmente, poderão ser empreendedores e poderão montar, por exemplo, uma startup, para a área da saúde, além de está inserido no ecossistema de inovação”.

Segundo o CEO da Manaós Tech, Glauco Aguiar, as oficinas foram positivas e mostraram o interesse do público para o assunto. “A quantidade de alunos que se inscreveram foi uma resposta da importância dessa iniciativa. A gente percebe que nas faculdades a disciplina da área tecnológica nos cursos de saúde é muito rara, às vezes é apenas uma disciplina e quando tem. Então percebemos que os alunos saem para o mercado e quando se deparam com ferramentas tecnológicas para desenvolver algum serviço para a área da saúde sentem dificuldade”, comentou.

Visão dos alunos

MANAÓSTECH- FOTOS ÉRICO XAVIER_-43

Na oficina os alunos também aprenderam sobre criação de aplicativos e  Internet das Coisas. Para o estudante do 5° período de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), João Pedro Pio, a atualização do profissional no mercado é algo necessário. “O projeto vem com intuito de incentivar o estudante a pensar fora da caixa, inovar e ter diferencial. O mercado está cada vez mais competitivo”, disse.

MANAÓSTECH- FOTOS ÉRICO XAVIER_-55

Segundo a estudante do 8º período Medicina da Ufam, Thainá Mendonça Bentes, o projeto traz um tema importante que é a melhoria para a área da saúde. “Fico feliz em poder participar dessa oportunidade que conecta a saúde e a tecnologia, porque  são duas áreas que devem se manter juntas”.

Pop CT & I 

No Amazonas, o Governo do Estado, por meio do POP CT&I da Fapeam, apoia a realização de 26 eventos de popularização da ciência, em diversas áreas, na capital e no interior. Lançado no mês de junho, o POP CT&I, conta com recursos financeiros da ordem de R$800 mil, para apoiar a realização de exposições, feiras, oficinas, minicursos, palestras e outras atividades interativas sobre CT&I, em locais públicos, organizados por temas, campos ou áreas do conhecimento.

Por: Jessie Silva

Fotos: Érico Xavier

Deixe um novo comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  • banner-lateral---Ações-da-Fapeam-Covid-19

  • banner-lateral-turismo

  • Banner Linha de Ação

  • falabr-logo-azul (1)