Pesquisa produz o hormônio de crescimento do tambaqui em fungo geneticamente modificado para acelerar crescimento de peixes


O estudo consiste na produção do hormônio de crescimento recombinante de tambaqui, peixe da região amazônica, em levedura (fungos). Com isso será possível ofertar ao mercado um produto que potencializa o desempenho zootécnico e reduz o tempo de cultivo na piscicultura

 

Aumentar a produção de pescado no tempo menor de cultivo e ainda gerar economia de energia, ração e maior rendimento ao piscicultor. Esses são alguns dos objetivos de um projeto inovador desenvolvido, com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), pelo pesquisador Elson Sadalla. A pesquisa consiste na produção do hormônio de crescimento recombinante de tambaqui na levedura Pichia pastoris, ou seja, em fungos.

Doutorando em Biotecnologia na Ufam, Sadalla diz que o estudo tem o foco de inovação científica, tecnológica e também cunho social, uma vez que contemplará as pequenas famílias que trabalham com cultivo de pescado no Amazonas.

“A levedura produzindo o tGH pode ser utilizada na piscicultura com o objetivo de acelerar o crescimento do tambaqui. O hormônio de crescimento é uma proteína produzida naturalmente pelo próprio animal, mas em condições de estresse, durante o cultivo, o animal reduz o nível de produção do GH, e isso limita o crescimento dele no cativeiro. A nossa proposta é obter GH a partir de uma fonte externa, que possa ser administrada aos peixes pelo próprio piscicultor”, disse Sadalla.

“Posteriormente, vamos fazer testes através da ingestão e administrar nossa proteína recombinante junto as rações. Esperamos que até o fim de 2017 já estejamos com o nosso protótipo alfa, com todas as descrições sobre a sua funcionalidade e aplicabilidade para, a partir disso, pensarmos em lançar o produto no mercado”, explicou Sadalla.

IMG_0452O pesquisador Elson Sadalla faz testes para acelerar o crescimento do tambaqui com proteína

Sinapse da Inovação

 O projeto é um dos 28 projetos aprovados no âmbito do Programa Sinapse da Inovação. O programa é fruto da parceria firmada entre o Governo do Amazonas, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), com a Fundação Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), que visa transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso, além de fortalecer o empreendedorismo o cenário inovador e econômico no Amazonas.

“O Sinapse da Inovação é uma das melhores propostas e programas criados pela Fapeam, pois realmente estimula o desenvolvimento de produtos e de ideias inovadoras. Sem o programa teríamos muita dificuldade de continuar este projeto. O programa disponibiliza os recursos financeiros, mas também realiza uma série de orientações para o pesquisador empreendedor desenvolver os produtos e adquirir novos conhecimentos”, concluiu Sadalla.

IMG_0395

 

Departamento de Difusão do Conhecimento (Decon)

Fotos- Decon

Deixe um novo comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  • Banners-lateria-da-FAPEAM

  • banner-final

  • BANNER-CAPES---FAPEAM

  • 2019-09-17

  • 2019-09-17-(1)

  • Untitled-3

  • banner lateral portal pro incubadoras-04

  • E-Ouv-300x212