Software para manutenção preventiva de transporte coletivo é desenvolvido no Amazonas


A manutenção preventiva do veículo, seja de passeio ou utilitário, é um dos pontos importantes para quem deseja evitar problemas mecânicos. Com o pensamento de contribuir nesse processo com as empresas de transporte coletivo, foram desenvolvidos no Amazonas, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) um software e manual para otimizar o sistema de manutenção, e assim contribuir para prolongar a vida útil dos veículos e, consequentemente, reduzir os custos financeiros.

Coordenado pelo engenheiro  mecânico e  professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA),  Dr. Edry Antônio Garcia, o projeto de pesquisa intitulado “Desenvolvimento do software para determinação de indicadores classe Mundial aplicáveis na manutenção dos ônibus de transporte público na cidade de Manaus” contou com apoio da Fapeam, por meio do Edital 024/2013 – Programa de Desenvolvimento Científico Regional (DCR/AM) Fluxo Contínuo.

 

Segundo o pesquisador, o software permite cálculos de indicadores  de classe mundial aplicáveis em empresas de transportes, gerando relatórios qualitativos e quantitativos favorecendo o gerenciamento da manutenção dos ônibus. Além do software, foi produzido um livro, que traz conceitos e tendências atuais da manutenção, visando a sua utilização na prática produtiva nas empresas de transporte público em Manaus.

O projeto já foi finalizado e testado com algumas empresas de transporte coletivo. Entretanto, Garcia afirma que muitas empresas não dão prioridade à parte  de manutenção preventiva dos veículos  e focam mais na produção do que na manutenção, o que pode gerar gastos com  manutenção muito acima das expectativas.

O software e o livro permitiram a publicação de  artigos científicos pelo Brasil e em Cuba. O manual está disponível em todas as bibliotecas das universidades de Manaus, e contribui para o aperfeiçoamento do ensino de graduação e pós-graduação de Engenharia Mecânica e Engenharia de Manutenção na UEA/EST e de outras universidades da região.

“O projeto foi finalizado, mas permitiu continuidades de outras pesquisas tendo como meta futura o desenvolvimento de uma especialização em manutenção para profissionais e a implementação de um aplicativo para celulares que possibilitará a comunicação online dos ônibus com a equipe de direção das empresas, para a gestão eficiente tanto da manutenção quanto do controle da frota”, comenta o professor.

 

Transporte Coletivo

Segundo o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), atualmente há 1.356 ônibus operando no sistema convencional de Manaus. Em 2019, em recentes fiscalizações, foram constatados 49 ônibus reprovados. Conforme a instituição, é realizada vistoria nas garagens, assim como fiscalização nos terminais de integração, na qual o fiscal emite autuações em caso de irregularidade de horários ou de falta de manutenção dos veículos.

DCR

O Programa de Desenvolvimento Científico Regional (DCR/AM) Fluxo Contínuo tem o objetivo de apoiar à fixação de doutores em instituições de ensino superior e/ou pesquisa, institutos de pesquisa, empresas públicas de pesquisa e desenvolvimento, localizadas no estado do Amazonas que atuem em investigação científica ou tecnológica.

Por Jessie Silva

Foto 1: Érico Xavier

Foto 2: Altemar Alantara/Semcom

Deixe um novo comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  • 2019-08-21 (1)

  • banner lateral portal PAPAC-02

  • 2019-08-19

  • E-Ouv-300x212