Ouvidoria

A Ouvidoria da FAPEAM foi instituída pela Resolução N. 017/2006, que dispôs também sobre o seu funcionamento.

O seu propósito maior é servir como um canal de interlocução entre a Fundação e os usuários de seus serviços (pesquisadores, bolsistas, instituições e grande público).

O Ouvidor é escolhido por meio de Decisão do Conselho Diretor da FAPEAM para exercer a função pelo período de 1 (um) ano.

Atualmente, a servidora Larissa Cardoso Ribeiro é a ouvidora da Fundação.

         O que compete à Ouvidoria?

  • Responder diretamente a perguntas dos usuários postadas no e-mail ouvidoria@fapeam.am.gov.br ou no espaço “Fale Conosco”, na página da Fundação.
  • Acompanhar, encaminhar ou mediar, a pedido do usuário, diálogos deste com outros setores da Fundação.
  • Dar resposta ou encaminhamentos às demandas recebidas dentro do prazo de 5 (cinco dias úteis).
  • Por ser o canal disponibilizado pela Presidência para este fim, receber sugestões, críticas ou denúncias da parte do público em relação aos serviços prestados pela Fundação e seus setores/departamentos, articulando soluções, quando cabível, e apresentando resultados ao usuário.
  • Mensurar o grau de satisfação de seus clientes, através de consultas amostrais periódicas;
  • Prestar contas, periodicamente, na página da Fundação, dos serviços prestados pela Ouvidoria, incluindo os resultados das Consultas Periódicas de Satisfação de Clientes.

       

        O que não compete à Ouvidoria?

  • Opinar sobre manifestações anônimas. Quando necessário ou a pedido do usuário, a Ouvidoria manterá em sigilo a identidade do denunciante;
  • Emitir parecer sobre consultas cujas soluções dependam de recursos orçamentários e financeiros;
  • Antecipar informações que estejam por ser divulgadas na página da Fundação, nas formas de Decisão ou Resolução do Conselho Diretor ou Superior;
  • Receber curriculum e material de promoção pessoal/institucional ou encaminhá-los para outros setores da Fundação;
  • Por ser apenas uma ferramenta de assessoria, deliberar sobre quaisquer benefícios, prazos ou procedimentos atinentes aos programas/ editais disponibilizados pela Fundação;
  • Responder ou corresponsabilizar-se por procedimentos ou ações de instituições parceiras da Fundação, mesmo quando houver ação em execução cooperativa.
  • Em caso de denúncias, devidamente qualificadas, que objetivem salvaguardar o nome da Fundação face a pretensos desvios praticados por instituições parceiras ou colaboradores a elas vinculados, a Ouvidoria encaminhará o pleito à apreciação da Presidência.

 

Mande suas perguntas preenchendo o formulário abaixo:

captcha